Pages

Quebrar a Rotina

Sempre ouvimos alguém dizer que o grande problema da vida é a rotina. Devemos quebrar a rotina. Mas, a rotina só poderá ser quebrada quando ela existir em nossas vidas, portanto, não temos como evitá-la.
Muitas pessoas podem ser consideradas metódicas demais, pois se impõem a um cronograma extremamente controlado e não admitem que absolutamente nada saia fora daquela programação. Chegam ao ponto de controlar os minutos para cada atividade. Isso me desculpe, acho absurdo. Devemos ter um controle sobre tudo o que devemos fazer, somos praticamente obrigados a cumprir determinada rotina por mais simples que ela seja, mas não podemos nos culpar se algum detalhe não deu certo. Muitas vezes não depende só de nós. Ninguém é totalmente auto-suficiente que não dependa dos outros. O ônibus pode atrasar, seu carro pode quebrar, você pode acordar não se sentindo muito bem e aí então, está pronta a confusão: sua rotina de minuto à minuto foi por água abaixo.
Desde nosso nascimento somos submetidos a tal da rotina. O bebê deve ter hora para mamar, para o banho, para o soninho e até mesmo para o banho de sol. Depois de determinada idade a rotina começa ao horário da escola, da lição de casa e até para ver televisão... Dessa forma podemos compreender a intensidade da rotina em nossas vidas, mas, podemos cumprir a nossa rotina de uma forma mais leve. Já que não temos como evitar determinadas atividades e afazeres diários porque não experimentar fazer as mesmas atividades de outra maneira? Como? Estacione seu carro em outra vaga. Na hora do almoço sente-se em outra mesa e quem sabe com outros amigos. Coloque o telefone de sua mesa do outro lado do habitual. Uma única vez por semana ligue para um amigo que há muito tempo não bate um papo. Troque de lado na cama na hora de dormir. Vista aquela roupa que você um dia achou bonita, mas que talvez não esteja mais tão na moda.
Permita-se ser diferente fazer algo diferente, experimente algo novo dentro de tudo aquilo que é obrigado a fazer. Veja que a vida pode lhe oferecer um leque de outras situações e depois veja o que você pode aproveitar de tudo isso. Divirta-se com a situação. Muitas coisas você notará ser difícil: talvez o tal do telefone do outro lado da mesa, faça você exercitar seu outro braço e então você notará sua dificuldade (ou não) para essa simples tarefa. Batendo um papo na hora do almoço na outra mesa, poderá descobrir uma pessoa incrível, mas que, por medo do desconhecido ou por puro comodismo, você não permitia essa oportunidade. Não permita que a vida te transforme em um robô cheio de manias e etiquetas.
Curta um pouco mais a vida! Seja mais feliz! A rotina existe sim e é muito importante que assim seja, pois aí então poderemos quebrá-la e mostrar a todos que somos feliz com tudo o que fazemos.
Luciana M. Marchezin

3 comentários:

Luiz Scalercio disse...

OI LUCIANA .
belissimo texto que vc publicou no seu blog
gostei muito tem coisas que agente tem que mudar mesmo.
um abraço.
quem quiser ver o site da minha mulher e
www.analucianicolau.abv.br

Van disse...

Oi Lu, que texto ótimo.

A rotina dá uma certa segurança, mas se quisermos manter nosso cérebro ativo e nossa vida motivada é preciso dar a ele novas atividades, novas formas de realiza-las, pois o cérebro se acostuma ao raciocínio das rotinas, isto o envelhece e diminui as sinapses cerebrais, o cérebro precisa ser constantemente desafiado com novos raciocínios ao realizarmos tarefas de forma diferente do que sempre fizemos, como você cita por exemplo, usar o braço que não costumamos usar em um movimento, fazer novos caminhos em direção à nossa casa, desenvolvermos atividades manuais ou físicas que não está vamos acostumados a fazer, tudo que possa nos despertar e tornar nosso cérebro mais alerta.

Eu sou a rainha da improvisação, planejo o necessário e me adapto a qualquer situação que surja, não fui muito exigida em rotinas, tenho as básicas lógico, mas nenhuma mudança de rotina me estressa.

Beijos e, um dia cheio de novidades para você.

Samanta Sammy disse...

Hello Lu querida !!!

Amei a postagem !
desde nova eu cresci com uma rotina bastante regrada e trouxe isso para minha vida, tudo no horário certinho, etc, mas como disse, existem momentos em que isso se torna enfadonho e as dicas do texto nos dão meios simples de tornar tudo mais gostoso e com cara de novo :)
Li uma vez que mudar certas coisas como o caminho do trabalho, escovar os dentes com a outra mão, etc, além de trazer uma sensação prazerosa, estimulam nosso cérebro., olha que legal !
Rotina é bom, pois denota organização e facilita a vida, mas como tudo na vida, o que é demais cansa e devemos ficar alertas para não nos escravizar e deixar de aproveitar uma das melhores coisas da vida, que são as surpresas e a espontaneidade ;)

Um beijãooooooooo e bom restinho de semana !!

Postar um comentário